Convivência

O Comportamento Surpreendente para Renovar o Amor

Muitas pessoas costumam receber mensagens e respondê-las imediatamente – talvez por influência do ritmo de trabalho contemporâneo. Da mesma forma funciona o Tinder. De repente, você está lá enterrado em mensagens de “Como você está?”, “Você prefere praia ou campo?”, etc.

Tente parar de responder. De repente, você pode parecer mais intrigante do que todos os outros.

Incorpore a incerteza, aquele estado confuso, e esse pode ser o começo de um romance. O ingrediente também serve para dar suporte a relacionamentos longos e para a vida em geral. Então, como você pode usar a incerteza a seu favor (sem abusar dela e sem fazer joguinhos)?

O poder da recompensa

Em seu novo livro sobre a ciência do amor, Aziz Ansari explora “o poder da espera”. Ou seja, a vantagem obtida com 20 minutos para responder uma mensagem em vez de 10. Nesse sentido, é preciso compreender o conceito psicológico de “recompensa da incerteza”. Basicamente, significa que se não temos certeza de que vamos receber uma recompensa, ficamos muito mais dispostos a obtê-la. E se obtemos a recompensa o tempo todo – paradoxalmente – ela terá menos valor.

Em um estudo realizado em 2010, mulheres foram informadas de que alguns homens tinham visto seus perfis no Facebook e as classificaram com interesse alto ou médio. Alguns não registraram nenhum sentimento. Depois de verificarem os perfis deles, as mulheres gostaram dos rapazes que lhes deram classificações altas, mas sentiram-se muito mais atraídas por aqueles cujos sentimentos não foram revelados.

Este estado de mistério exerce poder além dos primeiros encontros. Esther Perel escreve que “desejar é querer”. Para chegar lá, precisamos preservar um sentido de desconhecido sobre nós mesmos – ou seja, ser menos do que um livro aberto às vezes. Na era da comunicação rápida, isso pode ser mais radical do que parece.

Um pouco de mistério no dia a dia

Na medida em que um relacionamento evolui, os casais podem sentir que sabem muito um sobre o outro. O frisson da incerteza dá lugar ao conforto, à estabilidade e à complacência. Adaptamo-nos a coisas positivas em nossas vidas muito rapidamente, mas a adaptação nos deixa menos felizes a longo prazo, indicam estudiosos no assunto.

Adicionar incerteza ao seu dia a dia – na forma de surpresa – dá mais vida ao cotidiano. Um estudo descobriu que os casais se sentiam mais próximos depois de praticarem uma atividade emocionante de sete minutos – os pesquisadores usaram um circuito de obstáculos, mas você pode inventar o seu próprio desafio. Assim, é possível ver o parceiro de um novo ângulo e surpreender-se.

Novos desafios em conjunto

Há outro tipo de incerteza que entra em jogo ao longo do tempo: lidar com as oscilações da vida com outra pessoa. A mudança para uma nova cidade, a perda do pai, o começo de um novo negócio… Esses momentos podem ser oportunidades para se aproximar um do outro.

O sucesso diante de um desafio pode intensificar a conexão entre o casal. Se uma coisa na vida é certa, é a incerteza. E quando podemos lidar com isso, tudo fica realmente mais simples.

Publicidade